Conferência Indigenista aprofunda discussão dos eixos temáticos

No segundo dia (15/12) da Etapa Nacional da 1ª Conferência Nacional de Política Indigenista (CNPI) os participantes foram divididos em seis grupos de trabalhos, tendo como base os seis eixos temáticos: 1 – Territorialidade e o direito territorial indígena; 2 – Autodeterminação, participação social e direito à consulta; 3 – Desenvolvimento sustentável de terras e povos indígenas; 4 – Direitos individuais e coletivos dos povos indígenas; Diversidade cultural e pluralidade étnica no Brasil e 6 – Direito à memória e à verdade. A ideia foi aprofundar nestes espaços de debates propostas para a elaboração de uma política indigenista.

No primeiro grupo, o tema foi “Territorialidade e o direito territorial dos povos indígenas”, com a participação de um representante da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib); Walter Alves Coutinho Junior, da Diretoria de Proteção Territorial da Fundação Nacional do Índio (Funai); João Pacheco de Oliveira, do Museu Nacional. Nesse grupo os delegados indígenas enfatizaram a criação do Conselho Indígena para que as políticas públicas sejam discutidas pelos povos.

O eixo dois discutiu a “Autodeterminação, participação social e direito à consulta”. Na opinião do indígena Taravy Kayabi esse tema é muito importante, pois fala dos direitos que estão garantidos na Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que vem acumulando experiências na implementação dos direitos reconhecidos a esses povos sobre as mais diversas matérias, tais com o direito de autonomia e controle de suas próprias instituições, formas de vida e desenvolvimento econômico, propriedade da terra e de recursos naturais, tratamento penal e assédio sexual. “Nós precisamos ser ouvidos pelo governo, e não o governo fazer coisas antes de consultar os povos indígenas”, declarou Taravy.

O palestrante Edmilton Cerqueira do Ministério do Desenvolvimento Agrário participou do terceiro eixo, que discutiu “Desenvolvimento sustentável de terras e povos indígenas”, e declarou que, assim como os povos indígenas os quilombolas e extrativistas também estão sendo ameaçados com a aprovação da PEC 215. “Se o desenvolvimento não é sustentável ele compromete a existência da natureza e das gerações futuras e é uma ameaça a humanidade”, afirmou.

O quarto eixo discutiu “Direitos Individuais e Coletivos dos Povos Indígenas”. Gersen Baniwa foi um dos palestrantes do quinto eixo que abordou o tema “Diversidade cultural e pluralidade étnica no Brasil”. Ele destacou que no continente americano não existe país tão diverso quanto o Brasil, sendo necessário a construção de políticas que levem isso em conta. “Está na hora de começarmos a desenhar, a pensar e construir políticas públicas para os povos indígenas que efetivamente levem em consideração essa diversidade cultural, diversidade linguística, territorial e regional” disse.

No sexto eixo o tema foi “Direito à memória e à verdade”, com a participação dos palestrantes Paulino Montejo da Apib, o indígena Suruí Aykewara, Luciana Nóbrega da Funai e Marcelo Zelic, do Grupo “Tortura Nunca Mais”. Na mesa os palestrantes falaram do período onde os povos indígenas ainda eram tutelados e sofreram várias agressões na ditadura militar, o que atingiu várias etnias. Um dos casos apresentados foi de decisões judiciais que obrigavam os indígenas a não permaneceram na cidade por mais de 24h, mostrando claramente o preconceito e a forma como os indígenas foram e são tratados até hoje, tendo impedido seu direito de ir e vir.

Depois da apresentação dos palestrantes as propostas construídas nas Etapas Locais e Regionais foram lidas e discutidas nos grupos.

 

Por Helena Indiara e Erisvan Bone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s